Falta agilidade para parcerias público-privadas, diz presidente do IPT

18 de maio de 2016 | Jornal da Ciência
Para ele, burocracia trava as pesquisas com empresas no Brasil

Sem maneiras mais criativas e flexíveis de levantar recursos e interagir com a iniciativa privada, a pesquisa brasileira continuará penando para transformar boas ideias científicas em produtos inovadores e lucrativos, diz o engenheiro metalúrgico Fernando José Gomes Landgraf, atual diretor-presidente do IPT (Instituto de Pesquisas Tecnológicas), em São Paulo.

Veja o texto na íntegra: Folha de S. Paulo

O Grupo Folha não autoriza a reprodução do seu conteúdo na íntegra para quem não é assinante. No entanto, é possível fazer um cadastro rápido que dá direito a um determinado número de acessos.